'Estouro da boiada das liquidações'

Liquidação de inverno começa com a estação

O Estado de S.Paulo

04 de julho de 2013 | 02h07

Preocupados com o fraco desempenho das vendas, os lojistas de artigos de vestuário iniciaram as liquidações de inverno neste ano praticamente com o início da estação, que começou no dia 21 de junho. Trata-se de um movimento inusitado, apesar dessa tendência ter sido observada nos últimos anos. O corte nos preços é de até 70%.

"As passeatas derrubaram o movimento dos shoppings", afirma o presidente da Associação do Lojistas de Shoppings, Nabil Sahyoun. Nas suas contas, a queda de movimento na semana dos protestos foi de 30% e por causa do acúmulo de estoques, as lojas anteciparam as liquidações para reverter a queda e obter capital de giro para honrar os compromissos.

A TNG, por exemplo, que vende moda jovem, começou a liquidação no dia 24 de junho, três dias após o início do inverno, conta Josué Varella, diretor comercial da rede com 170 lojas. "Houve um estouro da boiada das liquidações", diz o executivo, fazendo referência a um movimento generalizado que tomou conta do mercado e que a empresa teve de seguir.

De toda forma, ele admite que as vendas da empresa enfraqueceram e ficaram abaixo da meta traçada, porém acima do desempenho obtido em igual período de 2012. "Os protestos contribuíram para o resultado, mas não foi só isso. O consumidor está mais endividado e menos confiante."

No Shopping Ibirapuera, 85% do 455 lojistas começaram a liquidar, diz o presidente da Associação dos Lojistas, Isaac Schafirovitch. "A margem será achatada, mas haverá compensação no volume." /M.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.