Daniel Teixeira/ Estadão
Daniel Teixeira/ Estadão

Estradas têm pelo menos 554 bloqueios em razão de greve dos caminhoneiros

Somente o Governo do Estado de São Paulo já registra quase 80% de queda no número de vias interditadas; PRF informa ainda que emitiu até o momento 400 multas relacionadas ao Código Brasileiro de Trânsito que juntas somam pouco mais de R$ 2 mi

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2018 | 07h18
Atualizado 28 Maio 2018 | 13h41

SÃO PAULO - Último balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostra que, por volta das 22h de sábado, 26, ainda havia 554 bloqueios em rodovias brasileiras e 625 pontos tinham sido desbloqueados. A greve dos caminhoneiros chega ao sétimo dia  neste domingo, 27.

A Polícia Rodoviária Federal informa ainda que emitiu até o momento 400 multas relacionadas ao Código Brasileiro de Trânsito que juntas somam pouco mais de R$ 2 milhões. As penalidades estão relacionadas à interrupção do fluxo de veículos, por exemplo.  

+++ Greve dos caminhoneiros: acompanhe ao vivo

+++ Saiba como será o funcionamento de serviços essenciais na capital paulista neste fim de semana

No início da manhã de sábado, eram 387 pontos bloqueados e 132 liberados. Mas no decorrer do dia, a PRF apresentou novos índices. No início da tarde, a PRF informou que o número de pontos de manifestações identificados em rodovias federais tinha aumentado de 938, registrados na sexta, 24, para 1.140.  

Desse total de 1.140 identificados, 544 pontos foram liberados ainda no sábado. Entretanto, o número de pontos que continuavam bloqueados, ainda que parcialmente, de sexta para sábado aumentou, de 519 para 596 - ou 52% do total de trechos com alguma manifestação. Segundo a PRF, esse número tem alta toda vez que há uma dispersão, pois grupos tendem a se espalhar e acabam interferindo em outros pontos. 

BALANÇO DAS RODOVIAS DE SÃO PAULO 

Em função das medidas adotadas pelo Governo do Estado de São Paulo, após encontro do governador Márcio França com representantes dos caminhoneiros, na tarde de sábado já houve queda de 77,7% - de 157 para 35 - no número de bloqueios nas rodovias estaduais:

26 de maio às 7h - 157 interrupções em rodovias estaduais e 15 em rodovias federais.

26 de maio às 19h - 143 interrupções em rodovias estaduais e 15 em rodovias federais.

27 de maio às 7h - 35 interrupções em rodovias estaduais e 2 em rodovias federais.

Márcio França anunciou a suspensão da cobrança do pedágio sobre o eixo levantado nos caminhões, o perdão das multas aplicadas e a fiscalização do Procon e de órgãos policiais nas bombas dos postos para garantir o desconto no preço final do combustível, conforme fixado pelo Governo Federal.

CONFIRA A SITUAÇÃO NAS RODOVIAS

A concessionária Nova Dutra informa que a rodovia Presidente Dutra ainda registra bloqueios na manhã deste domingo, em Santa Isabel, Jacareí, Pindamonhangaba, Lorena, Barra Mansa, Piraí e Seropédica.

A rodovia Fernão Dias registra manifestações de caminhoneiros em trechos de Minas Gerais. Segundo a Autopista Fernão Dias, há bloqueios, no sentido de Belo Horizonte, nas regiões de Extrema, Itapeva, Pouso Alegre, São Gonçalo do Sapucaí, Três Corações Carmo da Cachoeira, Lavras, Perdões, Carmópolis de Minas, Oliveira, Igarapé, São Joaquim de Bicas e Betim.

No sentido da capital paulista, os pontos interditados foram liberados. A Anhanguera também não apresenta interdições.

Mais conteúdo sobre:
caminhoneiro greve

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.