Estrangeira de olho no setor de Internet no Brasil

A Telmex - empresa líder de telecomunicações no México - está de olho no mercado de telefonia fixa e o de Internet no Brasil. A companhia mexicana fechou uma parceria na quinta-feira com a Bell Canada para montar uma empresa com sede no Brasil e atuação na América Latina. A nova companhia já tem caixa: US$ 3,5 bilhões. O objetivo da Telmex é entrar no País para injetar capital nas empresas onde a Bell Canada tem participação, concorrer na banda C de telefonia celular, e estudar o mercado brasileiro até 2002, quando a competição em telefonia fixa e longa distância será livre. Daí, a Telmex pode até se desgarrar de seu atual sócio para disputar sozinha os consumidores brasileiros.Mas até lá, há muito o que fazer. Hoje a Bell Canada é sócia da Vésper, concorrente da Telefônica e da Telemar, e das empresas celulares Telet e Americel. A idéia é fazer crescer a participação dessas empresas nas regiões onde atuam.A empresa tinha planos para o Brasil desde 1998, quando a Telebrás foi privatizada, mas não se candidatou ao leilão. Acabou garantindo uma pequena participação, de 20%, na operadora de celular ATL, que atua no Rio e Espírito Santo.O capital da nova empresa deve crescer também em breve. A SBC, que detém participação na Telmex e é sua parceria em diversos empreendimentos, pode entrar como sócia, trazendo novos recursos que serão aplicados no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.