Estrangeiro bate recorde de investimento na Bovespa

O saldo de investimento estrangeiro na Bolsa de Valores de São Paulo encerrou fevereiro com entrada recorde de R$ 3,703 bilhões, resultado que supera os R$ 2,121 bilhões de junho de 2000. O valor de fevereiro é resultado de compras de R$ 13,699 bilhões e vendas de R$ 9,996 bilhões. No ano, o saldo da conta é positivo em R$ 4,278 bilhões. A Bovespa também alcançou marca inédita ao movimentar R$ 37,06 bilhões no mês, contra R$ 25,13 bilhões de janeiro - alta de 47,47%.Separados por grupo de investidores, os estrangeiros lideraram a movimentação mensal, com 32,1% de participação, contra 32,8% em janeiro. Em seguida ficaram os institucionais (30,1%, contra 28,5%), pessoas físicas (23,6%, contra 26,1%), instituições financeiras (12,3%, contra 10,9%), empresas (1,7%, contra 1,4%) e o grupo "outros", com 0,1%, contra 0,3%.A alta do Ibovespa em fevereiro, de 15,56%, é a maior valorização mensal desde outubro de 2002, quando o índice fechou em 17,9%. As maiores altas em fevereiro foram Usiminas PNA (29%), CSN (28,6%), Bradesco PN (27,2%), Transmissão Paulista PN (27,2%) e Net PN (26,4%). Apenas um papel caiu: Brasil Telecom Participações ON (-0,4%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.