Estrangeiros lideram participação na Bolsa em novembro

Os investimentos estrangeiros continuam liderando o ranking de movimentação da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) em novembro. A participação dos estrangeiros atingiu 35,10% do volume total, ante 32,15% em outubro. O fluxo de recursos destes investidores na Bolsa encerrou o mês com saldo positivo de R$ 328,412 milhões - resultado de compras de ações no valor de R$ 12,207 bilhões e de vendas de R$ 11,879 bilhões. No acumulado do ano, o saldo de investimento estrangeiro está positivo em R$ 4,354 bilhões.No total, a Bolsa movimentou no mês passado R$ 34,50 bilhões, ante R$ 38,05 bilhões, em outubro. A média diária de operações no mês foi de R$ 1,72 bilhão e 63.922 negócios, enquanto a média do período anterior ficou em R$ 1,90 bilhão e 75.302 negócios.Os investidores institucionais ficaram em segundo lugar no ranking de participação, com 26,86%, contra 29,19% em outubro. Já as pessoas físicas ocuparam a terceira posição, com 25,24%, ante 25,73% no mês anterior. Na seqüência, ficaram as instituições financeiras, com 10,96%, ante 11,53%; as empresas, com 1,70%, ante 1,23%; e o grupo outros, com 0,14% contra 0,17%.Participação do Home BrokerO Home Broker - compra e venda de ações pela internet - apresentou, em novembro, recordes de número de investidores que acessaram o sistema - 39.152 contra 37.906 no mês anterior - e de participação no número de negócios total da Bovespa - 17,50% ante 17,02% apurado em outubro.O Home Broker movimentou, em novembro, R$ 3,33 bilhões, contra os R$ 4,37 bilhões registrados em outubro. O valor médio das operações foi de R$ 7.667,78, ante os R$ 8.739,56 de outubro. A participação do Home Broker no volume financeiro total da Bovespa foi de 5,31% em comparação com os 6,31% de outubro. Atualmente, 49 corretoras oferecem o serviço.

Agencia Estado,

05 de dezembro de 2005 | 13h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.