Estresse geral volta a derrubar bolsas européias

Os mercados acionários europeus voltam a acumular fortes perdas nesta manhã após exibirem uma forte recuperação ontem. A bolsa de valores de Londres operava, por volta de 7h00 (Brasília) com uma queda próxima de 1,20% e as de Paris e Frankfurt caiam quase 1,5%. Essa volatilidade - que segue os rastros da queda dos índices acionários de Wall Street no fechamento dos pregões ontem - confirma a expectativa da maioria dos analistas de que os mercados estão fadados a um período de forte instabilidade nos próximos dias ou semanas.A principal fonte de incerteza continua sendo a trajetória dos juros nos Estados Unidos. Amanhã será divulgado o PCE, índice que mede o gasto do consumo pessoal nos Estados Unidos e é considerado muito importante pelo Fed para o monitoramento inflacionário. Se o núcleo do índice vier acima das expectativas do mercado, a volatilidade poderá voltar a se intensificar.Além disso, o início da gestão de Bem Bernanke à frente do Fed está sendo considerado negativo em termos de clareza em suas intenções e tem se tornado uma fonte suplementar de incerteza para os mercados. Os investidores também estão estressados hoje pelo temor de ocorrência de casos de transmissão entre humanos da gripe aviária na Indonésia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.