Estudantes da UNE fazem protesto contra FMI

Um grupo de cerca de 25 manifestantes da União Nacional de Estudantes (UNE) posicionou-se na frente da entrada principal do Ministério da Fazenda para fazer um protesto contra a política econômica do governo e contra o Fundo Monetário Internacional (FMI). Eles aguardavam a chegada da vice-diretora-gerente do FMI, Anne Krueger.Os manifestantes fizeram um enterro simbólico da política econômica com um caixão colocado no meio da rua, na frente da entrada do prédio, e atearam fogo dentro do caixão. Aos gritos de "Fora já, daqui, fora o Meirelles, fora o FMI", os manifestantes pedem mudança da política econômica do governo Lula.Eles também criticam o superávit primário elevado - arrecadação menos as despesas, exceto o pagamento de juros - e o contingenciamento de recursos praticado pelo governo que impede novos investimentos e a proposta de déficit nominal zero, bem como a autonomia do Banco Central. A segurança do prédio foi reforçada com policiais militares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.