Estudo: Fed ampliou volatilidade ao antecipar ações

O Federal Reserve acredita que o fornecimento de uma orientação clara sobre o curso futuro provável das suas políticas torna suas ações mais eficazes para reanimar a economia, ajudando a conter a volatilidade do mercado e as incertezas envolvidas no processo.

FERNANDO TRAVAGLINI, Agencia Estado

24 de agosto de 2013 | 13h13

Mas pode ser que a resposta da economia não seja a esperada, segundo um estudo apresentado em Jackson Hole neste sábado, 24, por Jean-Pierre Landau, da Universidade de Princeton, na conferência anual de pesquisa organizada pelo Federal Reserve, em Kansas City.

Landau coloca boa parte da culpa pela turbulência recente dos mercados de títulos no próprio Fed. Em artigo, ele observa que a orientação do Fed sobre as perspectivas da política elimina o custo de alavancagem e cria "um forte incentivo" para aumento de exposições a investimento, ou mesmo para extrapolação dessas posições.

Dessa forma, "isso faz com que os intermediários financeiros fiquem muito sensíveis à notícias", sejam elas quais forem, escreveu ele.

Neste caso, o catalisador para o tumulto do mercado foram as próprias declarações do Fed sobre a possibilidade de reduzir o programa de compra de títulos neste ano. Uma vez que a visão foi transmitida aos mercados, houve uma grande mudança de posições no mercado, em um grau muito surpreendente para muitos observadores.

Desde o ano passado, o Fed vem comprando US$ 85 bilhões por mês em bônus, num esforço para reduzir as taxas de juro de longo prazo, na esperança de estimular o crescimento e reduzir o desemprego.

As autoridades do Fed vêm alertando há meses, desde maio, que podem começar a reduzir esse volume se a economia continuar a melhorar como eles esperam. O problema para o Fed é que, como os seus membros vêm tentado preparar os mercados para essa mudança, o mero aviso já gerou considerável volatilidade do mercado, em parte elevando os rendimentos de títulos e aumentando os custos dos empréstimos.

Por conta disso, tem havido um debate considerável sobre o porquê isso vem ocorrendo e se o crescimento econômico poderia criar novos obstáculos à atividade, ou se isso é simplesmente um movimento de mercado para refletir uma perspectiva econômica mais positiva. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Fedmercado financeiroJackson Hole

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.