Etanol anidro recua depois de pico da semana passada

Combustível, que é misturado à gasolina, atingiu R$ 3 o litro antes da Páscoa, mas já é ofertado a R$ 2,6

Eduardo Magossi, da Agência Estado,

26 de abril de 2011 | 16h41

Os preços do etanol anidro já começaram a cair nesta semana depois de atingir um pico de R$ 3 por litro durante o período anterior ao feriado prolongado de Páscoa. Operadores de mercado ofertavam nesta terça-feira, 26, anidro a R$ 2,60 por litro e não encontravam demanda. Para o presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), Aluísio Vaz, as distribuidoras realizaram um grande volume de compras de anidro antes do feriado, mas nem todas as entregas foram realizadas por motivos logísticos. O executivo explica que isto fez com que as distribuidoras saíssem do mercado comprador nesta semana porque estão abastecidas, fazendo com que as cotações recuassem.

Bandeira Branca

Vaz disse que não foram detectados grandes problemas de falta de combustível durante o feriado. "Foram registrados alguns focos de desabastecimento pontual concentrados principalmente em postos de combustíveis de bandeira branca, que não são vinculados a nenhuma grande distribuidora, e que recebem combustível das pequenas distribuidoras independentes", afirmou. Ele disse também que nenhum posto de combustível deixou de receber gasolina. Porém, em alguns casos, os volumes recebidos foram menores que o normal.

Das 330 usinas de açúcar e etanol do Centro-Sul, perto de 200 já estão em operação nesta semana. De acordo com o diretor técnico da União da Indústria de cana-de-açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues, 75% da produção destas usinas está focada no anidro. "A tendência é da oferta aumentar gradualmente a partir de agora", disse. Padua ressalta, contudo, que os preços terão uma queda mais gradual apesar da entrada de produto novo no mercado. A expectativa é de que a partir de maio o etanol hidratado volte a ficar mais competitivo que a gasolina no Estado de São Paulo, que concentra cerca de 60% do consumo de hidratado do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
etanol anidropreçopico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.