Etanol deve ficar cada vez mais caro no Brasil

Os tempos do etanol barato devem ficar cada vez mais distantes do consumidor. Ao contrário dos últimos anos, em que o preço poderia variar até 100% entre a safra e a entressafra, a expectativa para os próximos 12 meses é de preços em níveis elevados, independentemente do período. Só nas últimas quatro semanas o preço médio do etanol subiu 10% no Estado de São Paulo e 6,1% no País, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Até o fim do ano, o custo do combustível na bomba deve subir ainda mais e permanecer alto por todo o primeiro trimestre.

AE, Agencia Estado

19 de outubro de 2010 | 08h53

Com o início da safra, entre março ou abril, pode haver um pequeno arrefecimento, mas nada comparado às fortes quedas verificadas em períodos anteriores. Em janeiro deste ano, o preço médio no Brasil era de R$ 1,915 o litro. Em junho, estava em R$ 1,537. "Não devemos ter variações desse tipo no ano que vem. A tendência é o preço ficar mais linear", afirmou o diretor técnico da União da Indústria da Cana de Açúcar (Unica), Antônio de Pádua Rodrigues.

A explicação para a tendência de alta dos preços está na oferta de cana em 2011. Na melhor das hipóteses, diz Pádua, a próxima safra será igual à deste ano. Depois da corrida verificada em meados da década, a crise iniciada em 2008 reduziu o apetite dos investidores. No ano passado, 19 usinas foram inauguradas. Neste ano, serão 10 e, em 2011, apenas 4.

Outro fator é o envelhecimento dos canaviais, que reduz a produtividade do setor. Para recuperá-los, os agricultores terão de reduzir a área plantada no próximo ano para ter algum resultado em 2012, destaca o executivo. Além disso, com o clima mais úmido, pode haver uma proliferação da praga chamada Ferrugem Alaranjada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
etanolcombustívelpreçoBrasilANP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.