Etanol é viável com petróleo a US$ 40, diz Petrobras

Segundo Alan Kardec, necessidade de se adequar às normas ambientais vai ditar o mercado

KELLY LIMA E IRANY TEREZA, Agencia Estado

22 de dezembro de 2008 | 13h51

Mesmo com a queda no preço do barril de petróleo, os projetos de etanol da Petrobras são viáveis e competitivos se o barril ficar em torno de US$ 40, disse hoje o presidente da Petrobras Biocombustíveis, Alan Kardec. Segundo ele, o que deverá ditar as regras deste mercado será a necessidade dos países de se adequar às normas ambientais que estão vigentes ou entram em vigor nos próximos anos em várias partes do mundo. "Não é só a questão financeira que dita este mercado". Segundo ele, estão confirmados os investimentos que estavam programados, mas os novos estão sendo reavaliados ainda no plano estratégico da companhia.

Mais conteúdo sobre:
etanolpreçoPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.