Etanol fica mais caro em 16 Estados e no DF

Os preços do etanol hidratado praticados nos postos brasileiros recuaram em 10 estados e subiram em 16 estados e no Distrito Federal, de acordo com dados coletados pela Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na semana terminada em 22 de julho de 2011. No período de um mês, os preços do etanol recuaram em 5 Estados e registram alta em 21 estados e no Distrito Federal.

Eduardo Magossi, O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2011 | 00h00

Em São Paulo, maior estado consumidor, as cotações voltaram a cair, recuando 0,60% na semana. Em um mês, as cotações do etanol registram alta de 3,97% nos postos paulistas. A maior alta semanal foi verificada no Acre, de 3,01%. A maior queda semanal foi verificada no Mato Grosso do Sul, de 1,26%, seguido de São Paulo, com 0,60%.

O preço médio em São Paulo ficou em R$ 1,807 por litro ante R$ 1,815 na semana anterior. No Paraná, o preço médio ficou em R$ 1,857 (R$ 1,848 na semana anterior). No período de um mês, a maior queda foi no Amapá, onde a cotação média recuou 6,03%. No mês, a maior alta foi verificada no Mato Grosso, de 10,9%.

Na média de preços do Brasil, a gasolina voltou a ser mais competitiva que o etanol. Em relação à média do preço da gasolina no País, que foi de R$ 2,756 por litro, o preço do etanol é competitivo até R$ 1,9292 por litro. Como o preço médio do etanol no Brasil está em R$ 1,996, os preços da gasolina estão 3,34% abaixo do ponto de equilíbrio.

O preço mínimo registrado para o etanol foi de R$ 1,519 por litro, no Estado de São Paulo. O preço máximo foi de R$ 2,93 por litro registrado no Acre. Na média de preços, o menor preço médio foi R$ 1,669 por litro, registrado em Mato Grosso, e o maior preço médio foi registrado no Acre, a R$ 2,561 por litro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.