Etanol sobe menos em SP e gasolina começa a cair, aponta Fipe

Comportamento de ambos os combustíveis foi importante para trazer o grupo Transportes para a deflação no IPC-Fipe  

Flávio Leonel, da Agência Estado,

17 de setembro de 2010 | 14h03

O preço do etanol voltou a apresentar alta menos intensa nos postos de combustíveis da capital paulista, conforme levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), por meio do Índice de Preços ao Consumidor (IPC). Na segunda quadrissemana do mês (últimos 30 dias encerrados em 15 de setembro), o valor médio do combustível subiu 1,47% ante elevação de 2,76% na primeira quadrissemana do mês (30 dias terminados em 7 de setembro).

No mesmo período de comparação, a gasolina passou do terreno de altas para uma leve queda. Na segunda leitura de setembro, o combustível caiu 0,01% contra alta anterior de 0,19%.

O comportamento de ambos os combustíveis foi importante para trazer o grupo Transportes para a deflação no IPC da segunda quadrissemana. O conjunto de preços recuou 0,03% no período ante elevação de 0,18% na primeira quadrissemana.

Em entrevista à Agência Estado, o coordenador do IPC, Antonio Evaldo Comune, disse que reduziu a expectativa de variação para o grupo Transportes para o encerramento de setembro. Ele revisou a projeção de uma variação positiva de 0,05% para uma queda de 0,11%.

Tudo o que sabemos sobre:
combustíveisetanolgasolinaIPC-Fipe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.