Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

EUA ampliam programa para evitar execuções imobiliárias

Novas ações incluem proteções contra queda dos preços e incentivos para buscar vendas e não execuções

AE-DJ,

14 de maio de 2009 | 17h17

O governo dos EUA anunciou nesta quinta-feira, 14, novas ações para evitar mais execuções imobiliárias, incluindo proteções contra queda dos preços de moradias, bem como incentivos para buscar vendas de imóveis ao invés de execuções. O Programa para Tornar Moradias Acessíveis foi inicialmente lançado em fevereiro.

 

Veja também:

link Tesouro dos EUA reabre ajuda a bancos pequenos

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise

 

O secretário do Tesouro, Timothy Geithner, e o secretário de Desenvolvimento Urbano e Imobiliário, Shaun Donovan, anunciaram as medidas após encontro com conselheiros e mutuários, que disseram ter sido ajudados pelos esforços do governo para manter as pessoas em suas moradias.

 

Uma das medidas anunciadas hoje visa encorajar uma rápida venda privada ou transferência voluntária de propriedade quando não for possível modificar a hipoteca.

 

Eles também divulgaram incentivos para oferecer proteção contra declínio dos preços de imóveis, que encorajarão os credores a modificar os empréstimos em áreas onde a queda dos preços foi mais severa.

 

"Este é apenas o começo. Estamos no começo do progresso destes programas", disse Geithner, acrescentando que as taxas hipotecárias estão em níveis históricos e os refinanciamentos aumentaram desde que o governo lançou programas importantes de ajuda imobiliária. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.