EUA anunciam plano para ampliar exploração de petróleo em alto-mar

Obama diz que plano faz parte de estratégia mamais ampla e pede aprovação de legislação sobre energia e clima

Danielle Chaves, da Agência Estado,

31 de março de 2010 | 13h42

O governo dos EUA anunciou nesta quarta-feira uma nova estratégia para perfuração em alto-mar que amplia a exploração de petróleo e gás natural no Oceano Atlântico, no Leste do Golfo do México e no litoral do Alasca. Em um discurso na base aérea de Maryland, nos EUA, o presidente Barack Obama disse que o plano faz parte de uma estratégia energética mais ampla e pediu que os legisladores se unam para aprovar uma legislação abrangente sobre energia e clima, que limite as emissões de gases causadores do efeito estufa.

 

O anúncio dá ao governo uma alavancagem para convencer os republicanos moderados a apoiarem uma proposta bipartidária que está sendo elaborada por três senadores. "Eu sei que nós podemos nos unir para aprovar uma legislação abrangente sobre energia e clima que vai criar novas empresas e milhões de novos empregos, protegendo nosso planeta e nos ajudando a ficarmos menos dependentes de energia", afirmou Obama.

 

O presidente e o secretário do Interior dos EUA, Ken Salazar, disseram que o governo planeja manter limites no Oceano Pacífico e na Baía de Bristol, no Alasca, uma região ecologicamente rica.

 

O governo dos EUA pretende abrir um grande espaço no Leste do Golfo do México e vai estudar o desenvolvimento em algumas regiões do Atlântico. Obama disse que também vai apoiar o desenvolvimento de áreas arrendadas anteriormente no Norte do Alasca, como no Mar Chukchi, onde a Royal Dutch Shell tem investido bilhões de dólares em direitos de exploração. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUApetróleoexploraçãoalto-mar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.