coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

EUA bloqueiam na OMC painel sobre questão tributária pedido pela China

Medida, porém, deve representar apenas um adiamento no caso que envolve tarifas impostas sobre painéis, torres eólicas e uma série de produtos de aço chineses 

Priscila Arone, da Agência Estado,

31 de agosto de 2012 | 17h23

WASHINGTON - Os EUA bloquearam, nesta sexta-feira, o pedido da China de abertura de um painel na Organização Mundial do Comércio (OMC) para a resolução de uma questão tributária com o governo norte-americano. A medida, porém, deve representar apenas um adiamento temporário no caso que envolve tarifas impostas sobre painéis, torres eólicas e uma série de produtos de aço chineses.

Pequim havia solicitado a criação do um painel depois que as consultas no organismo mundial "não foram capazes de resolver" suas preocupações, segundo o Ministério do Comércio chinês. A disputa cobre 22 produtos, dentre eles torres de turbinas eólicas, células fotovoltaicas cristalinas de silício e papel térmico leve, com um valor de exportação de US$ 7,286 bilhões.

Mas os representantes do Departamento do Comércio dos EUA exerceram seu direito de bloquear a criação do painel durante uma reunião da OMC, o que significa que a China pode fazer outro pedido na próxima sessão. "Os Estados Unidos conduziram os procedimentos de forma transparente e com todas as salvaguardas processuais fornecidas pelo acordo da OMC", disse o departamento em comunicado.

Os EUA também reclamaram do fato de o pedido de abertura do painel pela China parece incluir medidas que não foram trazidas à tona durante as consultas.

Em maio, Pequim pediu negociações com os EUA sobre sua reclamação a respeito da imposição de medidas de compensação tributária por Washington sobre os valores desses produtos, provenientes da China, o que levou a consultas no mês passado. O Ministério do Comércio chinês disse que espera que a disputa possa ser rapidamente resolvida, de maneira apropriada, no âmbito da OMC. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaEUAOMC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.