finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

EUA cortam 190 mil vagas em outubro e desemprego atinge 10,2%

Os empregadores norte-americanos cortaram 190 mil vagas em outubro, mais que o esperado, e a taxa de desemprego no país atingiu 10,2 por cento, a mais alta em 26 anos e meio.

REUTERS

06 de novembro de 2009 | 11h42

O Departamento de Trabalho informou nesta sexta-feira que a taxa de desemprego no mês passado foi a maior desde abril de 1983, embora os cortes de postos de trabalho tenham sido os menores desde agosto do ano passado.

Analistas ouvidos pela Reuters esperavam 175 mil demissões em outubro, com a taxa de desemprego subindo para 9,9 por cento ante 9,8 por cento em setembro.

(Por Lucia Mutikani)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUAPAYROLL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.