EUA cortam estimativa de custo de resgate de bancos em US$200 bi

O custo de longo prazo projetado para o socorro do governo norte-americano aos grandes bancos do país será pelo menos 200 bilhões de dólares menor que o estimado antes, afirmou uma autoridade do Tesouro na noite de domingo.

GLENN SOMERVILLE, REUTERS

07 de dezembro de 2009 | 08h25

O governo Obama havia previsto que o custo aos contribuintes do pacote de 700 bilhões de dólares conhecido como Tarp seria de 341 bilhões de dólares, mas agora afirma que a cifra pode ser reduzida em 200 bilhões de dólares.

"Essa melhora é liderada pelo fato de os investimentos do Tesouro para estabilizar o sistema estarem dando retorno mais alto que o antecipado e de o Tesouro não prever que tenha que usar todos os 700 bilhões de dólares", disse o representante do Tesouro.

O Congresso aprovou o programa Tarp quando a crise financeira estava se aprofundando no ano passado, de modo que o governo pudesse injetar recursos em bancos com problemas e evitar um contágio de todo o sistema financeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSEUASOCORRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.