Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

EUA criam 280 mil empregos em maio

Salários médios por hora trabalhada subiram para US$ 24,96, um aumento de 0,3% ante abril

O Estado de S. Paulo

05 de junho de 2015 | 11h28

Washington - A economia dos Estados Unidos criou 280 mil empregos em maio, segundo relatório publicado nesta sexta-feira, 5, pelo Departamento do Trabalho. O resultado veio bem acima da expectativa de analistas, que previam a abertura de 225 mil vagas.

Os números de abril foram revisados para 221 mil vagas, de 223 mil. Em março, foram gerados 119 mil postos de trabalho, ante a estimativa anterior de 85 mil.

Os salários médios por hora trabalhada subiram US$ 0,08 em maio, para US$ 24,96, o que representa um aumento de 0,3% sobre abril, maior do que a alta de 0,2% prevista. Em relação a maio do ano passado, o avanço foi de 2,3%. A média de horas trabalhadas na semana permaneceu inalterada em 34,5 horas.

A medida mais ampla do desemprego, que inclui os americanos com empregos em tempo parcial ou que estão desestimulados para procurar trabalho, ficou em 10,8% em maio, valor igual ao de abril.

A porcentagem de americanos com empregos ou que estão à procura de trabalho permanece fraca historicamente. A taxa de participação na força de trabalho aumentou para 62,9%, de 62,8% no mês anterior, um sinal de progresso, mas ainda perto do nível mais baixo desde o final da década de 1970. Com informações da Dow Jones Newswire

Tudo o que sabemos sobre:
EUAemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.