REUTERS/Larry Downing
REUTERS/Larry Downing

EUA criam mais empregos que o previsto em fevereiro, mas salários sobem abaixo da expectativa

A taxa de desemprego caiu levemente a 4,7% em fevereiro ante 4,8% em janeiro, segundo o Departamento do Trabalho

O Estado de S.Paulo

10 de março de 2017 | 11h30

WASHINGTON - A economia dos Estados Unidos criou 235 mil postos de trabalho em fevereiro, segundo o Departamento de Trabalho do país. O resultado veio bem acima da expectativa de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que previam criação de 197 mil empregos no mês passado. A taxa de desemprego caiu levemente a 4,7% em fevereiro, segundo o Departamento do Trabalho, de 4,8% em janeiro. 

Os números dos dois meses anteriores sofreram revisões. O de dezembro foi revisado para baixo, a 155 mil vagas, enquanto o de janeiro foi revisado para cima, a 238 mil postos, gerando um ganho líquido de 9 mil empregos no período.

No trimestre até fevereiro, os EUA criaram uma média de 209 mil empregos por mês. A taxa de participação na força de trabalho avançou marginalmente em fevereiro, a 63,0%, de 62,9% em janeiro.

O salário médio por hora dos trabalhadores do setor privado ficou em US$ 26,09 em fevereiro, alta de US$ 0,06 (ou 0,23%) ante o mês anterior. A projeção do mercado, porém, era de ganho maior, de 0,3%.

Já a taxa de participação na força de trabalho subiu para 63% em fevereiro, de 62,9% em janeiro./DOW JONES NEWSWIRES

Tudo o que sabemos sobre:
WASHINGTONEstados UnidosDowEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.