EUA criticam na OMC barreiras do Brasil ao lítio

O governo dos Estados Unidos ataca as barreiras impostas pelo Brasil ao comércio de lítio. Washington levou hoje o tema à Organização Mundial do Comércio (OMC), cobrando explicações por parte do Itamaraty. O material é usado especialmente para baterias de celulares, na fabricação de remédios, pela indústria de alumínio e ainda para a produção de energia nuclear.O Brasil mantém quotas de importação para o produto e ainda estabelece a necessidade de licenças para que o lítio entre no mercado nacional.O questionamento dos americanos, porém, não significa que uma disputa legal tenha sido aberta nos tribunais da OMC. Os americanos estão usando reuniões de comitês para levantar o assunto. Mas cobram uma solução urgente para a barreira. O produto, porém, é considerado como estratégico pelo governo brasileiro e está na lista de bens de segurança nacional.

JAMIL CHADE, Agencia Estado

08 de outubro de 2007 | 15h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.