EUA: déficit comercial cresce 16,3% em julho para US$ 27,49 bi

Aumento foi o maior desde fevereiro de 1999; exportações subiram 2,2% em julho, para US$ 127,59 bilhões

Marcílio Souza, da Agência Estado,

10 de setembro de 2009 | 10h07

O déficit comercial dos Estados Unidos subiu de US$ 27,49 bilhões em junho para US$ 31,96 bilhões em julho, informou o Departamento de Comércio do país nesta quinta-feira, 10. O aumento de 16,3% entre os dois meses foi o maior desde fevereiro de 1999. Analistas previam, em média, déficit de US$ 27,5 bilhões para julho. O dado de junho foi revisado de uma estimativa inicial de déficit de US$ 27,01 bilhões.

 

O déficit ajustado para a inflação, que economistas utilizam para medir o impacto econômico do comércio, subiu para US$ 38,81 bilhões em julho, de US$ 35,77 bilhões em junho.

 

As exportações aumentaram 2,2% em julho ante junho, para US$ 127,59 bilhões, o maior nível do ano. As importações, por sua vez, aumentaram 4,7% entre os dois meses, para US$ 159,55 bilhões.

 

A conta de importação de petróleo bruto subiu para US$ 18,51 bilhões em julho, de US$ 16,59 bilhões no mês anterior. Em volume, as importações de petróleo bruto aumentaram para 296,27 milhões de barris, de 280,42 milhões de barris em junho.

 

Os EUA pagaram US$ 23,72 bilhões por todos os tipos de importações relacionadas à energia em julho; em junho, foram US$ 22,42 bilhões.

 

As importações de automóveis e autopeças cresceram US$ 2,38 bilhões em julho; as importações de bens de consumo aumentaram US$ 1,69 bilhão e as compras de bens de capital subiram US$ 1,30 bilhão. As importações de alimentos e bebidas diminuíram US$ 56 milhões, no entanto.

 

Já as exportações de automóveis e autopeças cresceram US$ 1,34 bilhão em julho, enquanto as de bens de capital aumentaram em US$ 748 milhões. As vendas de bens de consumo subiram US$ 371 milhões e as de alimentos e bebidas recuaram US$ 385 milhões. As informações são da Dow Jones.

 

Déficit comercial com China atinge US$ 20,42 bilhões

 

O déficit comercial dos EUA com a China subiu para US$ 20,42 bilhões em julho, de US$ 18,43 bilhões em junho. As importações provenientes da China atingiram US$ 25,69 bilhões, o maior nível desde novembro do ano passado, enquanto as exportações caíram para US$ 5,27 bilhões, de US$ 5,55 bilhões em junho.

 

O déficit comercial dos EUA para com o Japão subiu para US$ 3,89 bilhões em julho, de US$ 3,70 bilhões em junho; com a zona do euro, o déficit comercial norte-americano subiu de US$ 4,07 bilhões para US$ 6,72 bilhões.

 

O déficit com o Canadá subiu para US$ 2,16 bilhões em julho, de US$ 1,53 bilhão em junho, e com o México diminuiu de US$ 3,43 bilhões em junho para US$ 2,93 bilhões em julho. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
déficit comercialEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.