bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

EUA dizem que medidas da Europa sobre aço são precipitadas

O representante de Comércio dos Estados Unidos, Robert Zoellick, afirmou que as medidas anunciadas hoje pela União Européia, de estipular salvaguardas à importação de aço para proteger seu mercado, foram "um pouco precipitadas". "Acho um pouco precipitado por parte da União Européia dizer que haverá uma inundação de produtos de aço já que nada aconteceu até agora", disse.Ao deixar o ministério da Fazenda, onde teve um encontro de duas horas com o ministro Pedro Malan, Zoellick recomendou aos europeus que procurassem esperar para ver se haverá mesmo um forte ingresso de produtos siderúrgicos em seu mercado. "É muito prematuro dizer que vai haver uma inundação de aço na Europa", frisou.Zoellick disse ainda que respeita a atitude dos parceiros europeus, mas que espera que essas medidas sejam tomadas respeitando as regras da OMC, assim como foi feito pelos Estados Unidos ao determinar sua política de salvaguardas para proteger a indústria de aço de lá.Zoellick afirmou ainda que a decisão tomada pela União Européia acaba representando o reconhecimento de um dos pontos defendidos pelo governo norte-americano, de que os Estados Unidos vinham absorvendo a maior parte das importações de aço mundial, por terem uma política de mercado aberto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.