EUA e a França monitoram mercado juntos, diz Paulson

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson, afirmou que os órgãos reguladores não devem se apressar para impor novas regras aos mercados financeiros em reação à crise recente nos mercados de crédito. Depois de se reunir com a ministra das Finanças francesa, Christine Lagarde, Paulson disse que os EUA e a França estão trabalhando juntos para monitorar de perto os mercados, enquanto as empresas de serviços financeiros se adaptam a um cenário de menor apetite por risco. Paulson repetiu a declaração feita na semana passada de que a turbulência nos mercados financeiros "vai levar algum tempo" para passar, e afirmou que os reguladores devem se assegurar que novas restrições ou requerimentos para empresas do setor financeiro não limitem a inovação."Há muita vigilância agora por parte dos reguladores, no sentido de ficar perto dos mercados, enquanto nós lidamos com essa situação. Nós queremos encontrar o equilíbrio correto, não queremos nos apressar para julgar e reagir além do normal", declarou Paulson. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.