Reuters/Damir Sagolj
Reuters/Damir Sagolj

EUA e China retomam conversas para dar fim à disputa comercial

Representantes dos dois países conversam nesta terça-feira, 9, sobre como dar prosseguimento às negociações

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2019 | 03h46

PEQUIM - O representante de Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, conversaram nesta terça-feira, 9, com negociadores chineses para tentar acabar com a disputa comercial entre Washington e Pequim.

Os dois representantes do governo de Donald Trump falaram ao telefone com o vice-primeiro ministro da China, Liu He, e com o ministro do Comércio, Zhong Shan, para "continuar as negociações para resolver questões comerciais entre a China e os Estados Unidos", disse o assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow. Ambos os lados concordaram com a necessidade de avançar com as negociações, disse Kudlow.

O consultor classificou as negociações como "preliminares" durante uma entrevista à Fox News Business, afirmando que as reuniões serão "provavelmente" organizadas, sem dar mais detalhes. Sobre as possibilidades de um novo encontro frente a frente entre as equipes negociadores, Kudlow mostrou otimismo e disse que realizá-lo "faria sentido".

"Temos uma expectativa muito forte. Quero ressaltar que a China, em pouco tempo, talvez imediatamente, vai começar a comprar produtos agrícolas dos EUA", disse Kudlow. O Ministério do Comércio da China confirmou as conversas telefônicas.

No último dia 29 de junho, Trump e Xi concordaram com uma nova trégua em sua guerra comercial, pela qual Washington parou a imposição de novas tarifas sobre a China e concordou em permitir que empresas americanas vendessem produtos para a tecnologia da Huawei. / AFP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.