finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

EUA e Grã-Bretanha estão otimistas sobre Doha, diz Bush

Os Estados Unidos e a Grã-Bretanhaestão otimistas em relação ao estabelecimento de um acordoentre os membros da Organização Mundial do Comércio (OMC) paraas negociações da Rodada de Doha sobre o livre comérciomundial, afirmou o presidente norte-americano, George W. Bush,na segunda-feira. O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, entende que"se estamos realmente interessados em erradicar a pobreza, éimportante que tenhamos sucesso na Rodada de Doha", disse Bushem uma coletiva de imprensa conjunta com o premiê. "Gordon Brown trouxe algumas sugestões interessantes paraavançarmos. Ele está otimista sobre a possibilidade deconcluirmos a Rodada de Doha, assim como eu", afirmou Bush. As afirmações foram feitas por ocasião da visita de Brown àresidência presidencial de Camp David, em Maryland. "Concordamos em intensificar as conversas para finalizarmosrapidamente um acordo em um futuro próximo", disse Brown. Os negociadores têm buscado superar o impasse nasnegociações agrícolas e de bens manufaturados para um acordocomercial que reduza as barreiras protecionistas e subsídiosagrícolas. O primeiro-ministro britânico disse que conversourecentemente com líderes como o presidente Luiz Inácio Lula daSilva e com o premiê indiano, Manmohan Singh, além dodiretor-geral da OMC, Pascal Lamy. (Por Doug Palmer e Missy Ryan)

REUTERS

30 de julho de 2007 | 15h50

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSDOHAEUAATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.