EUA: Encomendas de bens duráveis sobem 0,7%

As encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos subiram 0,7% em novembro ante o mês anterior, para US$ 220,94 bilhões, segundo dados sazonalmente ajustados do Departamento de Comércio do país. O resultado veio bem acima das expectativas, visto que economistas consultados pela Dow Jones previam que o indicador recuasse 0,1%.

AE, Agencia Estado

21 de dezembro de 2012 | 18h01

Os dados sugerem que as empresas locais estão mais confiantes no desempenho da economia dos EUA. Uma importante medida de investimentos, as encomendas de bens de capital não ligados ao setor de defesa, teve expansão de 2,7% em novembro.

Por outro lado, a muito volátil categoria de aeronaves recuou em novembro, com quedas de 13,9% nas encomendas de aviões civis e de 12,3% nas de aeronaves de defesa.

Excluindo o setor de transportes, as encomendas tiveram queda de 1,6%.

Já as encomendas de bens de capital ligados à defesa apresentaram um declínio de 0,7% em novembro, após uma queda revisada de 9,4% no mês anterior.

As encomendas não atendidas dos produtores manufatureiros, um indicador de demanda futura para o setor industrial, aumentaram 0,1% em novembro. Os embarques de bens duráveis dos produtores manufatureiros subiram 1,5% em novembro, enquanto os estoques cresceram 0,2%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAbens duráveisencomendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.