EUA estão preocupados com direção que Doha toma, diz Schwab

As negociações mundiais de comérciose voltaram para um resultado menos equilibrado e ambicioso doque os Estados Unidos gostariam, disse na quarta-feira arepresentante de comércio norte-americana, Susan Schwab. "Vou dizer francamente, estamos preocupados com a direçãoque as negociações de Doha estão tomando em Genebra", disseSchwab em entrevista à imprensa. Os EUA, em processo de aprovar sua nova política agrícola,sofre pressão nas negociações para realizar fortes cortes aossubsídios à produção. Washington insiste que poderá fazer isso somente se paísesem desenvolvimento como Brasil, Índia e China fizerem sua parteabrindo os mercados de agricultura, indústria e serviços paraum comércio exterior maior. Schwab afirmou que os novos textos sobre bens agrícolas eindustriais são "decepcionantes porque não nos deixam maispróximos de um acordo que vai contribuir para o crescimento edesenvolvimento econômicos". "Uma preocupação em particular é a contínua relutância deuma série de países em desenvolvimento avançados em fazercontribuições significativas em termos de acesso aos mercados",disse Schwab. Para ela, alguns desses países escondem seus interessesatrás das afirmativas de que falam pelo resto do mundo emdesenvolvimento. Os novos textos agrícola e industrial têm o objetivo deabrir caminho para reuniões ministeriais nas próximas semanaspara que se possa alcançar o aguardado acordo. Mas Schwab demonstrou dúvidas sobre isso. "Já estamos prontos para uma reunião ministerial? Não sei.Acho que temos mais trabalho a fazer", disse. REUTERS CM

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.