Saul Loeb / AP
Saul Loeb / AP

EUA excluem temporariamente 437 produtos de lista de tarifas sobre US$ 250 bi da China

Lista inclui de empilhadeiras a luzes de Natal; ambos devem retomar negociações comerciais em outubro

Nicholas Shores, O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2019 | 11h31

O escritório do representante de comércio dos Estados Unidos (USTR, na sigla em inglês) publicou no Registro Federal, que é o diário oficial do governo do país, três notificações em que anuncia a exclusão temporária de um total de 437 produtos da lista de tarifas impostas sobre US$ 250 bilhões em importações da China

Os produtos isentos das cobranças vão de equipamentos para bombear líquidos a empilhadeiras, passando por luzes de Natal e termômetros, além de canudos de plástico.

A primeira notificação, com isenção a 310 tipos de produtos, será aplicada retroativamente a partir de 6 de julho de 2018 e segue valendo por um ano após a publicação, ou seja, até 20 de setembro de 2020.

A entrada em vigor das exclusões da lista previstas na segunda notificação, que envolve 38 produtos, é em 24 de setembro de 2018, com validade também por um ano a partir desta sexta-feira, 20. 

Por fim, os 89 produtos restantes terão isenção retroativa desde 23 de agosto de 2018, encerrando-se na mesma data dos outros dois avisos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.