Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

EUA exigem fim de subsídios europeus para negociar na OMC

A uma semana da visita do ministro de Comércio dos Estados Unidos, Robert Zoellick, ao Brasil, o vice-ministro de Comércio dos Estados Unidos, Bruce Blakeman, reafirmou hoje a posição norte-americana de vincular a redução dos subsídios agrícolas na União Européia a um acordo global na Organização Mundial do Comércio (OMC). ?Essas negociações não vão tão bem?, reconheceu, em relação ao diálogo internacional para a redução dos subsídios na OMC. ?Mas a administração Bush gostaria de reduzir subsídios e tarifas o mais rápido possível?.Segundo ele, o governo dos EUA já anunciou que gostaria de baixar os subsídios e alíquotas de importação de produtos agrícolas para zero. Ao Brasil, que é exportador de produtos agrícolas, interessaria que os Estados Unidos aceitassem discutir a redução dos subsídios agrícolas dentro das negociações para a Alca e não só no dentro de um acordo global.Blakeman defendeu acordos de livre comércio bilaterais e disse que os Estados Unidos estão procurando, em todo o mundo, por países dispostos a iniciar diálogos sobre isso. "Estamos prontos para países que dizem ´Queremos ter um acordo de livre comércio com vocês´", afirmou.OportunidadesO vice-ministro de Comércio dos Estados Unidos disse que está procurando oportunidades de negócios no Brasil para empresas norte-americanas de produtos e serviços de segurança. Entre as empresas presentes na missão comercial, há algumas especializadas em áreas como equipamentos militares, serviços de consultoria e construção de presídios, sistemas de trancas para prisões etc.Uma das motivações é a intenção do governo brasileiro em construir presídios federais, mas há também muitas reuniões com o setor privado. ?Vemos um mercado crescente de segurança pessoal. É um mercado que cresce 15% ou 20% ao ano?, disse Blakeman, sem esclarecer se essa taxa de crescimento é no Brasil, nos Estados Unidos ou no mundo. Ele participou hoje de almoço promovido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos do Rio de Janeiro.

Agencia Estado,

19 de maio de 2003 | 16h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.