EUA: Gastos com consumo sobem 0,4% em novembro

O gasto dos consumidores dos Estados Unidos voltou a subir em novembro, mais do que compensando a queda registrada após a supertempestade Sandy afetar salários e compras em outubro. Os gastos pessoais com consumo, que medem as compras de bens como carros, roupas, e alimentos, bem como serviços como saúde e viagens, avançaram 0,4% em novembro ante o mês anterior, segundo dados divulgados hoje pelo Departamento do Comércio. Economistas consultados pela Dow Jones previam uma alta ligeiramente menor, de 0,3%.

AE, Agencia Estado

21 de dezembro de 2012 | 13h29

Os gastos com consumo respondem por dois terços da demanda na economia dos EUA.

Já a renda pessoal nos EUA subiu 0,6% em novembro ante outubro, a maior alta em nove meses. A previsão dos economistas era de acréscimo de 0,4%. A renda vem subindo há 12 meses seguidos, embora o ritmo de aumento tenha sido lento.

Em novembro, os norte-americanos economizaram um pouco mais. A taxa de poupança subiu para 3,6%, de 3,4% em outubro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAconsumidorgastos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.