coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

EUA isentam Austrália de sobretaxas do aço

O governo australiano informou que os Estados Unidos desistiram da imposição de tarifas sobre quase todas as importações de aço australiano, após um acordo alcançado entre os dois países neste final de semana. A concessão significa que o principal exportador de aço da Austrália, a BHP Billiton Ltd., preservou 85% de seus 400 milhões de dólares australianos (US$ 208,1 milhões) em exportações de aço aos EUA.Embora o primeiro-ministro australiano, John Howard, tenha elogiado a decisão dos EUA de isentar a Austrália da imposição de tarifas sobre boa parte das importações de aço australiano, Howard declarou que a decisão inicial dos EUA foi ruim e que outras ações talvez sejam necessárias para preservar as exportações australianas ainda afetadas pelas tarifas.A exclusão que atinge apenas a BHP foi obtida através de um pedido junto ao governo norte-americano. Existe um período de carência de 120 dias, durante o qual é possível encaminhar pedidos para exclusão de tarifas sobre produtos, de acordo com informações de representante da embaixada norte-americana. Contudo, as exclusões concedidas durante o período de carência não destinam-se a concessões mais abrangentes, de modo que outros países talvez não recebam o mesmo tratamento.A BHP Steel, unidade da BHP Billiton, disse que o acordo feito neste final de semana significa que a empresa poderá continuar fornecendo 250.000 toneladas métricas, isentas de tarifas, de laminado a quente por ano ao seu cliente de longo prazo, a Steelscape Inc. Essa última concessão que terá aplicação a partir de 20 de março também inclui isenções sobre as placas de aço, das quais a BHP envia mais de 350.000 toneladas aos EUA por ano.A Austrália assegurou uma participação do país de 7,24% da quota total tarifada de 5,4 milhões de toneladas para importações de placas de aço, disse o governo australiano. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.