EUA: Obama elogia acordo no Senado

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, elogiou o acordo anunciado hoje pelos líderes do Senado para evitar uma moratória da dívida norte-americana e suspender a paralisação parcial do governo federal, um dia antes de o país atingir o limite de endividamento, afirmou o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney.

AE, Agencia Estado

16 de outubro de 2013 | 15h09

O plano, anunciado pelo democrata Harry Reid e pelo republicano Mitch McConnell, financia as agências federais até 15 de janeiro e estende a autorização para o governo tomar empréstimos até 7 de fevereiro. O acordo, no entanto, ainda precisa ser votado no Senado antes de seguir para a Câmara.

Segundo Carney, Obama vai aceitar o acordo e está esperançoso de que ambas as casas do Congresso "agirão rapidamente" para encerrar o impasse fiscal. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.