EUA pedem informação permanente sobre pirataria no Brasil

O governo norte-americano quer construir um canal de acompanhamento permanente entre Estados Unidos e Brasil para combater a pirataria, informou hoje o deputado Júlio Semeghini (PSDB-SP), após se reunir com o subsecretário de Estado dos Estados Unidos para Assuntos Econômicos, Comerciais e Agrícolas, Alan Larson.Vice-presidente da CPI da Pirataria, Semeghini contou que defendeu a permanência do Brasil na lista do governo norte-americano dos países que devem ter tratamento preferencial no comércio com os Estados Unidos. ?Na hora em que as instituições brasileiras estão fazendo um trabalho como o que tem sido feito de combate à pirataria, a retirada do País da lista seria penalizar o Brasil?, disse.Segundo o deputado, a principal preocupação do representante do governo norte-americano é a estruturação de um meio eficaz de troca de informações sobre ações de combate à pirataria. ?Ele deixou claro que o governo dos Estados Unidos quer construir um canal de comunicação para ter informações seguras de que o Brasil está tomando medidas para combater a pirataria?, afirmou. Segundo Semeghini, o subsecretário disse que o Brasil tem boas leis sobre propriedade intelectual, mas que precisa colocá-las em prática.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.