EUA pedem para Opep aumentar oferta de petróleo

O ministro de Minas e Energia da Argélia, Chakib Khelil, disse hoje, após se reunir com o secretário de Energia dos EUA, Spencer Abraham, que os EUA pediram que a Opep aumente a oferta de petróleo. Khelil disse que não fala pela Opep mas que transmitirá o pedido para o grupo na próxima reunião, marcada para junho. Khelil disse que "há petróleo suficiente no mercado" e que os estoques estão melhores do que estavam em comparação com igual período do ano passado.Contudo, o ministro da Argélia disse que a piora na situação política no Oriente Médio, combinado com o aumento da demanda global - em especial a China, EUA e Japão -, criaram uma "nova situação" que está alimentando os especuladores. Ele disse que todos os países do grupo estão produzindo acima de suas cotas por causa dos preços elevados e da necessidade de recomposição dos estoques.O ministro disse que o excesso de produção da Opep aparentemente não está afetando o mercado e que existe a "necessidade de desenvolver um consenso" no estabelecimento de cotas mais realistas entre os membros da organização. Khelil disse que os ministros da Opep irão reunir-se "informalmente" no final deste mês, em Amsterdã (Holanda), mas que ele acha difícil uma decisão sobre maior oferta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.