Thomas Peter/Reuters
Thomas Peter/Reuters

EUA, Rússia e China devem trabalhar para evitar guerra comercial, diz Donald Tusk

Segundo o presidente do Conselho Europeu, ambos os países têm 'uma responsabilidade comum' de não destruir a ordem global, mas sim incrementá-la por meio de reformas nas leis internacionais de mercado

Associated Press

16 de julho de 2018 | 03h26

PEQUIM - O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, pediu que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o líder da Rússia, Vladimir Putin, e a China trabalhem com a Europa para evitar uma guerra comercial, conflitos e caos no mundo. A fala foi feita nesta segunda-feira, 16, na abertura da cúpula entre China e União Europeia, em Pequim - mesmo dia em que Trump e Putin se encontram, na Finlândia.

 Na ocasião, Tusk disse: "estamos todos cientes do fato de que a arquitetura do mundo está mudando e é nossa responsabilidade comum torná-la melhor".

 Segundo o representante europeu, ambos têm "uma responsabilidade comum" de não destruir a ordem global, mas sim incrementá-la por meio de reformas nas leis internacionais de mercado. /AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.