"be water"

Coluna Leandro Miranda: como se moldar à nova economia após a covid-19?

EUA têm déficit orçamentário de US$ 193 bi em fevereiro

O déficit do Orçamento dos EUA cresceu em fevereiro para US$ 192,78 bilhões em meio à queda na receita de impostos por causa da recessão. Com isso, o déficit acumulado nos cinco meses do ano fiscal de 2009, iniciado em 1º de outubro passado, subiu a US$ 764,53 bilhões. Fevereiro é tipicamente um mês de déficit nas contas do governo. No mesmo mês do ano passado, o déficit foi de US$ 175,56 bilhões. Pesquisa junto a economistas feita pela Dow Jones projetava o déficit em US$ 202,5 bilhões no mês passado.Nos cinco primeiros meses do ano fiscal de 2008, o governo norte-americano acumulava déficit de US$ 264,54 bilhões. No ano fiscal de 2008, os EUA apresentaram déficit recorde de US$ 454,80 bilhões. Os programas de gastos do governo para socorrer as firmas de Wall Street e o declínio na arrecadação de impostos já colocaram o déficit em território recorde neste ano fiscal iniciado em 1º de outubro de 2008. O relatório mensal do Tesouro sobre o Orçamento mostrou receitas no total de US$ 87,33 bilhões, uma queda em relação aos US$ 105,72 bilhões no ano anterior. As receitas representam basicamente a arrecadação de impostos. As despesas no quinto mês fiscal de 2009 caíram levemente para US$ 280,1 bilhões, de US$ 281,3 bilhões em fevereiro de 2008. No mês passado, o presidente Barack Obama assinou um pacote de estímulo econômico que deve inflar o déficit no decorrer do ano.O Tesouro informou que comprou US$ 12,72 bilhões em títulos lastreados em hipotecas de agências em fevereiro. O Tesouro tornou-se o comprador de último recurso destes bônus ao assumir as agências hipotecárias Fannie Mae e a Freddie Mac no início de setembro passado. Os bônus garantidos pela Fannie e a Freddie desempenham um papel fundamental no mercado de financiamento de residências. O rendimento destes bônus determina os juros de hipotecas pagos pelos consumidores.Outros itens incluídos no relatório divulgado hoje incluem as receitas com imposto de renda de indivíduos, que totalizaram US$ 8,72 bilhões em fevereiro. O juro líquido sobre a dívida federal foi de US$ 12,2 bilhões. Os gastos com Defesa totalizaram US$ 50,67 bilhões. Nos cinco primeiros meses do ano fiscal de 2009, os gastos totalizaram US$ 1,63 trilhão, ante US$ 1,23 trilhão em igual período de 2008. A receita caiu para US$ 860,88 bilhões, de US$ 967,15 bilhões em igual período do ano anterior. O Tesouro divulgará os dados do Orçamento referentes a março no próximo dia 10 de abril. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.