EUA tentam enfraquecer G-20 reduzindo restrições à Índia

Os Estados Unidos parecem convencidos a lutar para enfraquecer o G-20, grupo criado pelo Brasil, Índia, China e outros países para defender a liberalização agrícola na Organização Mundial do Comércio (OMC). Nesta semana, o Departamento de Comércio da Casa Branca enviou mensagens concretas de que estaria disposto a reduzir suas restrições à compra de tecnologia por parte da Índia. A manobra está sendo vista por especialistas como uma tentativa de Washington em conceder em alguns aspectos comerciais para ganhar a simpatia da Índia, um dos pilares do G-20, nas negociações que ocorrem na OMC.As restrições aos indianos em adquirir itens de alta tecnologia ocorrem supostamente por causa dos temores do desenvolvimento de um significativo potencial nuclear no país. Itens como computadores de alta precisão, semicondutores e equipamento de telecomunicações estariam incluídos na lista de ofertas americanas aos indianos.Apesar das ofensivas americanas, o G-20 se diz "coeso". Nesta quarta-feira, em Genebra, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, reuniu-se com representantes dos demais países do grupo e concluiu que existe um "senso de unidade e determinação para trabalhar para a conclusão das negociações". Para ele, novos membros podem até se juntar ao bloco quando as negociações se aproximarem de seus momentos críticos. "Somos um grupo pragmático, temos propostas e queremos negociar. Estou certo de que muitos países vão pensar que tem mais a ganhar conosco que se forem marginalizados na negociação", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.