EUA vão à OMC contra Europa por causa dos transgênicos

Os EUA anunciaram hoje que requisitaram um panel (comitê de arbitragem) na Organização Mundial do Comércio (OMC), em mais uma tentativa de forçar a União Européia (UE) a encerrar a moratória sobre a aprovação de produtos agrícolas geneticamente modificadas.Os EUA não se contentaram com a aprovação pelo Parlamento Europeu, no início de julho, da liberação de alguns transgênicos sob a condição de eles serem rotulados. O governo norte-americano já tinha dito em 13 de maio que pretendia entrar com uma ação formal contra a UE. Logo depois, os EUA, em conjunto com a Argentina e Canadá, fizeram várias consultas com a UE para ver se um acordo poderia ser fechado sem a necessidade da formalização de um panel."Delegações dos EUA, Canadá e Argentina consultaram autoridades da UE em junho, mas o bloco não indicou nenhum desejo de cumprir suas obrigações junto à OMC retirando a moratória sobre os transgênicos. A posição da UE não nos deixa nenhuma alternativa a não ser entrar com uma disputa formal na OMC", disse Robert Zoellick, representante comercial dos EUA.A secretária de Agricultura dos EUA, Ann Veneman, disse que os EUA foram extremamente pacientes por quase 5 anos. "Nós tivemos discussões exaustivas com os europeus e agora é hora de deixar o processo funcionar", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.