finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

EUA: vendas pendentes de imóveis têm alta em abril

O número de compradores de imóveis que assinaram contratos para compra de residências usadas nos EUA subiu em abril para o nível mais alto em três anos, em mais um sinal de que a recuperação do mercado de trabalho do país está encaminhada.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

30 de maio de 2013 | 11h54

Segundo a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR, na sigla em inglês), o índice de vendas pendentes de imóveis subiu para 106 em abril, uma alta de 0,3% em comparação com março e de 10,3% em relação a abril do ano passado. Essa leitura não era registrada desde abril de 2010, quando os compradores de casas estavam aproveitando um incentivo fiscal oferecido pelo governo federal.

No entanto, os resultados vieram abaixo da previsão dos economistas consultados pela Dow Jones, que previam alta mensal de 1,7%. O relatório da NAR mostrou que as vendas de moradias pendentes aumentaram nas regiões Noroeste e Meio Oeste dos EUA, mas caíram no Oeste e no Sul. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAimóveisvendas pendentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.