Euforia com socorro global faz mercado asiático fechar em alta

Índice Nikkei de Tóquio sobe 14,15%, a maior alta de sua história graças às medidas dos bancos centrais

Agências internacionais,

14 Outubro 2008 | 04h01

As Bolsas asiáticas seguiram os mercados europeus e os americanos e fecharam o pregão desta terça-feira, 14, em forte alta. A Bolsa de Tóquio fechou com uma alta diária histórica, 14,15%, o maior valor em quase 60 anos. Os investidores reagiram com otimismo à ação coordenada de vários governos europeus que decidiram no fim de semana colocar em ação um plano de criação de fundos nacionais de recapitalização e de garantias do sistema financeiro.   Veja também: Austrália e Japão anunciam novas medidas para conter crise Bush fará novo pronunciamento sobre economia nesta terça Plano europeu de socorro a bancos soma US$ 2,28 tri, diz 'FT' Em meio à crise, empresas têm que pagar US$ 15 bi ao exterior Europa vai garantir dívidas bancárias por até 5 anos Reino Unido vai resgatar seus 4 maiores bancos, diz jornal Como o mundo reage à crise  Confira as medidas já anunciadas pelo BC contra a crise Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise A cronologia da crise financeira    O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio ganhou 1.171,14 pontos, 14,15%, até se situar em 9.447,57 pontos.   Depois de sete dias de perdas contínuas, o indicador fechou com a maior alta de sua história graças a combinação de medidas tomadas recentemente por bancos centrais e governos do mundo todo.   O índice japonês experimentou nesta terça-feira os efeitos acumulados da recuperação de confiança, assim como as bolsas de Nova York, Paris e Madri experimentaram altas superiores a 10%. A bolsa de Tóquio permaneceu fechada na segunda-feira por ser feriado nacional.   O índice Topix, que agrupa todos os valores da primeira jornada, acompanhou o Nikkei e ganhou 115,44 pontos, 13,73%, até os 956,30 inteiros.   A Bolsa de Seul também terminou o pregão em alta de 6,1%. O índice KOSPI ganhou 79,16 pontos e encerrou em 1.367,69.   O índice Hang Seng da Bolsa de Hong Kong fechou em alta de 3,19%, aos 16.832,88 pontos.  Apenas a Bolsa de Xangai fechou no negativo, -1,21%.   Os mercados da Oceania compartilharam o otimismo e encerraram as operações em alta nesta terça-feira, seguindo o dia de recorde em Wall Street, que ultrapassou os 11 pontos porcentuais. O S&P/ASX200, da Austrália, fechou no positivo de 4,335.2.   Na Nova Zelândia, a bolsa de valores deu uma guinada. Após sete dias de perdas, fechou em alta de 166 pontos, ou 5,99%, para 2,949.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.