Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

Eunício prorroga vigência da MP da reforma trabalhista por 60 dias

Ajuste da reforma trabalhista foi posto em segundo plano em Brasília e a Comissão Mista da MP 808 sequer foi instalada; prorrogação é tida como 'oportuna para as centrais'

Fernando Nakagawa e Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2018 | 16h32

BRASÍLIA - O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), assinou ato da presidência do Legislativo para prorrogar a vigência da Medida Provisória (MP) 808, que ajusta pontos da reforma trabalhista. Editada em novembro, a MP está parada no Congresso e perderia a vigência nesta quinta-feira, 22.

++ ENTENDA: como ficou a lei com a nova MP publicada pelo governo

Enquanto o governo concentrou esforços na tentativa frustrada de avançar com a reforma da Previdência nos últimos meses, o ajuste da reforma trabalhista foi posto em segundo plano em Brasília. A Comissão Mista da MP 808 sequer foi instalada e vários partidos ainda não confirmaram quais nomes farão parte da comissão.

++ Leia o texto da Medida Provisória 808 na íntegra

Também não foram escolhidos o presidente e o relator, mas há expectativa de que o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) - que relatou a reforma na Câmara - seja escolhido para o posto.

O presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Antônio Neto, avalia que essa prorrogação é "oportuna para as centrais". "Porque, pelo menos, temos a oportunidade de tentar promover as mudanças para mitigar parte dos efeitos da reforma que ainda não foram aplicados por conta da MP", diz.

++Trabalhadores ainda desconhecem nova CLT

Tudo o que sabemos sobre:
reforma trabalhista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.