Euro deixa otimismo inicial de lado e recua

A vitória, na Grécia, de um partido favorável ao aprofundamento das rigorosas medidas de austeridade exigidas por seus credores pouco ajudou o euro. No domingo, o conservador Nova Democracia venceu as eleições gerais no país e o euro chegou a subir 0,85% na manhã de ontem. Com o passar das horas, porém, a atenção dos investidores migrou para as negociações para a formação do novo governo na Grécia e para a alta acentuada dos custos de empréstimos da Espanha e da Itália. Com isso, o euro chegou ao fim da tarde em queda de 0,50%, a US$ 1,2577.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.