Europa aplaude avanço e pede adoção de regras pelo G-20

O comissário europeu de Mercado Interno, Michel Barnier, mostrou satisfação pela histórica reforma financeira aprovada nos Estados Unidos e prometeu que a Europa também terá a sua. Ele garantiu que a Europa vai contribuir para tornar mais sólido o sistema financeiro americano e internacional.

AE, Agencia Estado

17 de julho de 2010 | 08h40

Com a aprovação da reforma no Senado, os Estados Unidos avançam para pôr em prática os compromissos que as principais potências industriais e emergentes assumiram no G-20 (grupo que reúne os países ricos e os principais emergentes).

Barnier disse que a Europa também avança rapidamente na aplicação dos compromissos e ressalta a importância de o exemplo ser aplicado em nível internacional.

As instituições da União Europeia (UE) acabam de adotar uma importante reforma das regras prudenciais do setor financeiro e dos sistemas de remuneração de diretores nos bancos.

Além disso, a Comissão Europeia apresentou, nesta semana, várias propostas para proteger melhor os depositantes e investidores e supervisionar mais de perto as agências de classificação de risco.

Em sua nota, o comissário europeu expressou confiança em que essas negociações possam ser concluídas, no máximo, até setembro.

A Comissão Europeia antecipou ideias para a criação na Europa de fundos de resolução que contribuam para custear os gastos com futuras quebras bancárias, sem recorrer aos orçamentos públicos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
EuropaG-20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.