Europa: Bolsas fecham em alta após dados dos EUA

As bolsas europeias fecharam majoritariamente em alta nesta quinta-feira, 30, porém longe das máximas em razão de dados fracos sobre a economia dos EUA. O aumento no índice de sentimento econômico da zona do euro para 89,4 em maio e o leilão no qual a Itália conseguiu vender o montante máximo pretendido de 5,75 bilhões de euros (US$ 7,41 bilhões) em bônus de cinco e dez anos, embora com yields (retorno ao investidor) mais altos, também colaboraram para sustentar as ações da Europa.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

30 de maio de 2013 | 13h45

O índice FTSE-100 da Bolsa de Londres foi o único da região a manter os ganhos fortes e fechou na máxima, com alta de 0,4%, aos 6.656,99 pontos. Na Bolsa de Frankfurt o índice DAX terminou a sessão com ganho de 0,76%, aos 8.400,20 pontos, em meio a um baixo volume de negócios por causa de um feriado público no país. Paris teve avanço de 0,56% no índice CAC-40, para 3.996,31 pontos.

A Bolsa de Milão subiu 0,66%, para 17.350,96 pontos. Um destaque negativo foi Telecom Italia, cujas ações caíram 1,7% depois de o conselho da empresa aprovar a separação da rede de telefonia fixa. Madri, por outro lado, teve queda de 0,10% no índice Ibex-35, para 8.433,50 pontos, e Lisboa recuou 0,72%, para 5.994,17 pontos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EuropaBolsas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.