Europa deve unificar discurso sobre Grécia, diz Geithner

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, pediu hoje que a Europa unifique o discurso sobre como resolver a crise financeira da Grécia. "Acredito ser muito difícil aos que investem na Europa - de dentro da Europa e de fora - compreender qual a estratégia, quando há tantos interlocutores", disse Geithner, em fórum do Wall Street Journal. "A regra simples de uma administração de crise é ter uma estratégia de comunicação unificada, simples e clara", observou.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

21 de junho de 2011 | 12h23

Geithner disse que a Europa tem meios para evitar uma crise de curto prazo e para preservar a união monetária da zona do euro (que reúne os 17 países que utilizam o euro como moeda). "Não há motivo para que não consiga preservar os elementos básicos da união monetária", disse.

O secretário do Tesouro dos EUA disse ter conversado com o primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, e com os líderes europeus, durante duas conferencias do G-7 no domingo e ontem. Nas conversações, Geithner disse aos líderes europeus que deveriam se preparar para oferecer os recursos financeiros acertados no programa de 110 bilhões de euros do ano passado para a Grécia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
criseGréciaEUAGeithnerzona do euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.