Europa precisa de retirada coordenada de estímulos, diz Merkel

Chanceler alemã afirma estar preocupada com as estratégias de remoção dos incentivos econômicos

Reuters,

20 de maio de 2010 | 08h03

Europa precisa de uma abordagem coordenada para remover as medidas de estímulo econômico adotadas durante a crise, disse a chanceler alemã, Angela Merkel, nesta quinta-feira.

"A questão das estratégias de retirada é uma das mais importantes para nós. Eu estou bastante preocupada com essa questão", afirmou ela em uma conferência financeira.

"Alguns dizem que eu só posso ter uma estratégia de retirada se eu tiver uma taxa de desemprego reduzida, que é contraditório... Vamos focar em uma estratégia coordenada de retirada na Europa."

"Nós já dissemos que iremos pressionar por uma tarifa sobre os mercados financeiros e isso é algo que vamos pressionar na reunião do G20 no Canadá", acrescentou Merkel.(Marc Jones e Paul Carrel)

Tudo o que sabemos sobre:
europamerkelestímulos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.