Europa preocupa FMI por desemprego elevado e estagnação econômica

O diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, declarou-se preocupado ontem com a "Europa, que continua em situação difícil" em razão do elevado desemprego e por estar sendo superada pela Ásia. "O crescimento econômico está sendo retomado em muitas partes do mundo, menos na Europa, onde a estagnação é séria", disse Strauss-Kahn. Ele reconheceu que o FMI "tem se concentrado demais na macroeconomia e não prestava muita atenção às desigualdades."

, O Estado de S.Paulo

21 de fevereiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.