coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Europa tem menor registro de carros novos em 20 anos

GM representou maior queda; na última quinta, montadora ofereceu plano de demissão voluntária

Marcílio Souza, da Agência Estado,

13 de fevereiro de 2009 | 09h53

Os registros de carros de passeio novos na Europa caíram 27% em janeiro na comparação com igual mês do ano passado, para 958.517, o nível mais baixo em duas décadas, de acordo com a Associação Europeia dos Fabricantes de Automóveis (Acea). "Todos os mercados contribuíram negativamente para os resultados", disse a Acea em comunicado.   Veja também: GM oferece incentivos para aposentadoria a 22 mil funcionários Produção de veículos na França cai 19% em 2008 De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise     Os registros de carros novos da Volkswagen, a maior montadora europeia em vendas, caíram 20% frente a janeiro de 2008, para 199.279 unidades. A GM registrou a maior queda entre as grandes fabricantes, de 35%, para 80.445 unidades. A Toyota apresentou declínio de 32%, para 51.193.   Na última quinta, a GM General Motors anunciou que ofereceu incentivos para que 22 mil de seus 62 mil funcionários filiados ao sindicato United Auto Workers (UAW) antecipem a aposentadoria. Segundo a Agência France Presse, o porta-voz da empresa declarou que a montadora ofereceu ainda um plano de demissão voluntária que se estenderia a todos os 62 mil funcionários.   Os registros de carros novos da Ford caíram 22%, para 102.925 unidades. A francesa Renault apresentou queda de 34%, para 72.038, e sua concorrente Peugeot-Citröen viu seus registros de carros novos caírem 25% ante janeiro de 2008, para 128.272 unidades. Os registros da Fiat diminuíram 26%, para 83.245.   As alemãs BMW e Daimler registraram quedas de 32% e 31%, para 44.065 e 48.218 carros, respectivamente. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
MontadorasEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.