Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Européias querem ? 40 bilhões

A crise que afeta as três grandes do setor automobilístico dos EUA também está levando executivos das maiores montadoras da União Européia a baterem à porta dos governos com o pires na mão. Enquanto a Opel negocia com o governo da Alemanha um plano de ? 1 bilhão em garantias, a Associação Européia dos Construtores Automotivos pede à Comissão Européia um pacote de socorro de ? 40 bilhões para seus 15 membros. Bruxelas deve anunciar um plano no próximo dia 26.Até outubro, o volume de registros de carros novos caiu 5,4% em relação ao mesmo período de 2007. Na Espanha, com queda de 23,8% no ano e, na Irlanda, onde o tombo é de 18,2%, a situação é mais grave, mas toda a Europa Ocidental está afetada. A profundidade da recessão ainda é incerta, mas as causas da queda de lucratividade são conhecidas: desaceleração do crédito, a conseqüente estagnação do mercado interno e a redução do ritmo de vendas em países emergentes.

Andrei Netto, O Estadao de S.Paulo

19 de novembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.